agosto 10, 2015

Moments: Capítulo 13


Zayn Malik

Eu confesso que sempre tive um fraco por meninas tipo ela. Nunca entendi o porque, afinal ela sempre distribuiu ódio gratuito por mim, sempre grossa e sem um pingo de sensibilidade. Mas ao mesmo tempo que se mostrava indiferente, algo que me dizia que Dora Devine tinha algo maior guardado. Tudo bem que eu também nunca fui um cavalheiro com ela, mas não era ódio que eu sentia. É que ás vezes ela conseguia ser muito irritante e mimada. Mas me parecia divertido fazer o joguinho dela.

agosto 07, 2015

Moments: Capítulo 12


Dora Devine

Ah, o jogo? Bom, foi um jogo normal. Dois times, uma bola em campo e dois alvos, ou seja, o gol. Eles corriam, xingavam, chutavam a bola, gritavam, corriam mais, brigavam, xingavam mais um pouco e no fim de todo esse drama mexicano, o Doncaster Rovers ganhou a partida como eu previra. Além de lindos e musculosos, deu pra perceber que os caras jogavam muito. E eram lindos e musculosos. Acho que eu já disse isso, né? Eu só queria deixar isso bem claro.

agosto 05, 2015

Moments: Capítulo 11


Dora Devine


— Nossa, vocês demoraram!

Olhei bem para a cara de Josh e ergui uma de minhas sobrancelhas. Em resposta e com uma cara de idiota desentendido, ele também ergueu uma de suas taturanas para mim, que ignorei e me sentei em um dos dois bancos vagos entre ele e Eleanor. O estádio estava lotado de torcedores, tanto de Doncaster Rovers quanto de Leeds United F.C, que iriam entrar em campo em alguns minutos. E como uma pessoa sem experiência nenhuma com estádios e jogos de futebol, eu me sentia mais animada para assistir ao jogo, apesar da raiva que eu havia passado algum tempo antes.

julho 01, 2015

Moments: Capítulo 10


Dora Devine

A minha vontade naquele momento era de levantar os braços pra cima e esperar a mão de Deus me puxar. Isso com certeza seria menos constrangedor do que a situação em que eu acabara de me enfiar. Eu poderia muito bem sair andando pela calçada como se aquilo não estivesse acontecendo e eu nunca na vida tivesse tido relação alguma com Zayn ou qualquer outro integrante da banda (inclusive o puto do meu irmão, o causador dessa merda toda), mas claro, eu tinha que ser um imã pra azar. Eu só posso ter sido uma pessoa muito ruim numa vida passada, porque olha...

junho 30, 2015

Moments: Capítulo 09


Dora Devine

SEMANAS DEPOIS...

Acho que se alguém me visse neste exato momento com certeza pensaria que eu sofro de parkinson de tanto que eu tremia. O dia que eu tanto esperei finalmente havia chegado e eu não tinha ideia de como lidar com isso. Sonhei praticamente todos os dias da minha vida com o dia em que eu finalmente entraria numa boa faculdade para fazer o curso que sempre soube que fora feito pra mim: moda. E apesar de entender bastante do assunto, eu não conseguia escolher nada que fosse apresentável dentro deste guarda-roupa. Em plena seis da manhã londrina eu estava sentada no chão analisando cada peça de roupa a procura de algo que mostrasse para meus futuros colegas que, apesar de não gostar muito, eu sabia sim me arrumar. Com a ajuda de Giovanna, é claro. 

junho 25, 2015

Louis Tomlinson: Friends



Doncaster

Mesmo depois de tantos anos, eu me lembrava exatamente de como e quando nos conhecemos. Era início do ensino médio e ela era nova no colégio. Nunca falava com ninguém, não tinha amigos e usou a mesma calça rasgada até nos formarmos. Tinha o costume de usar camisetas de banda e corar diante de qualquer pessoa ou situação. Chegava a té a ser engraçado. Mas eu gostava de ficar a observando. Eu gostava das expressões que ela fazia quando lia algum livro no intervalo e de como se atrapalhava nos corredores enquanto tentava equilibrar vários livros em seus braços magros. Eu também achava engraçado o modo com que ela usava o indicador para ajeitar seus óculos de grau em seu nariz e de como apertava os olhos quando não conseguia enxergar alguma coisa no quadro. Eu gostava de observar quando, timidamente, ela respondia as equações de física no quadro e do sorriso de canto que ela esboçava toda vez que tirava a maior nota da sala. 

junho 24, 2015

Moments: Capítulo 08


Dora Devine

Eu não queria, juro que não queria, mas eu estava gostando um pouco (só um pouquinho) daquela situação. Não há como negar, mesmo no meio de uma cena ridícula de filme romântico, o idiota do Malik sabe como dar um beijo bom e, por mais que fosse uma mentira deslavada e improvisada, pelo jeito ele queria mesmo fazer com que aquilo parecesse real. Pelo menos o carinho que ele demonstrava acariciando meu rosto durante o beijo era bem convincente.